Instalação de split: preço pode custar mais que aparelho

O jornal Extra publicou uma interessante matéria mostrando que o preço da instalação de um split pode custar mais do que o valor pago no aparelho. (veja a matéria aqui).

E não se trata de um exagero do jornal: realmente, em alguns casos específicos a instalação do split pode custar mais caro que o o preço do aparelho.

Considerando que a instalação de um split de 12.000 BTUS custa entre R$ 400,00 a R$ 500,00 e o preço do aparelhos está na faixa de RS 899,00, se for necessário um serviço especializado de eletricista para permitir a instalação ou muitos metros de tubo de cobre, a instalação pode ser mais cara do que o custo do aparelho.

O custo de instalação fica alto por dois motivos: rede elétrica inadequada e grande distância entre a unidade evaporadora e condensadora.

Veremos abaixo por que esses dois motivos podem tornar a instalação de um split muito cara.

Rede elétrica inadequada e a instalação de split

Quando falamos em uma rede elétrica inadequada para a instalação de um split, podem ocorrer dois problemas separados ou pior, juntos:

  • rede elétrica monofásica;
  • rede elétrica sem capacidade de suportar a corrente (“amperagem”) necessária para o split funcionar;

Rede elétrica monofásica

É possível instalar um split usando um transformador mas não e a melhor solução quando a rede elétrica for monofásicaExistem muitas imóveis que tem rede elétrica monofásica de 127 V. Como todos os split trabalham com a tensão (“voltagem”) de 220V é necessário mais uma fase de 127 V ou então utilizar um transformador.

O transformador, embora possível, não é a melhor solução: para suportar o consumo de um split ele terá de ter uma grande potência, o que o torna caro (um transformador de 2.000 W custa em média R$ 350,00) além de aumentar em muito o consumo de energia.

A solução mais adequada é realmente transformar a rede elétrica de monofásica em trifásica, quando isso for possível. Será necessário entrar em contato com a concessionária de serviço público de sua região e depois pagar um eletricista para levar a nova fiação até o ponto onde o aparelho será instalado. Na prática isso pode custar entre R$ 300,00 a R$ 500,00.

Rede elétrica sem capacidade de suportar a corrente do split

Bastante comum de acontecer quando são instalados splits de grande capacidade, acima de 18.000 BTUS por exemplo, é que a rede elétrica seja “fina demais” para suportar a corrente elétrica necessária para um split de funcionar.

Trabalhar com uma rede elétrica insuficiente para a corrente pode provocar o aquecimento da fiação e eventualmente ocasionar um incêndio ou fazer com que o split desarme frequentemente, podendo danificar o compressor em curto prazo.

A solução é trocar a fiação. Embora não seja complicado, é um serviço bastante trabalhoso e a maior parte das pessoas acaba preferindo pagar a um eletricista. Para esse serviço pode-se gastar, contando com a fiação, entre R$ 350,00 a R$ 600,00

Em ambos os casos de uma rede elétrica inadequada para a instalação de um split, apenas o custo para adequá-la à instalação, somando ao custo dessa última, pode acabar superando o preço do aparelho.

Grande distância entre a unidade evaporadora e a condensadora

Numa instalação padrão de split de 12.000 BTUS, em que o custo fica entre R$ 400,00 e R$ 500,00, em geral é considerado uma distância de 5 metros entre a unidade evaporadora e a condensadora.

Nessa distância, o custo cobre a fiação elétrica necessária para ligar a unidade evaporadora à condensadora, e a tubulação de cobre (2 bitolas diferentes de tubo).

Quando a distância é maior, as empresas e os instaladores costumam cobrar mais caro – embora o motivo seja mais esperteza do que tanto de custo do material. veja abaixo o porquê !

Bobina de tubo de cobre flexível usado para instalação de split contendo 15 metrosO tubo de cobre para refrigeração pode ser de dois tipos: rígido ou flexível. O tubo de cobre flexível, que é o usado na instalação de splits com menor capacidade é vendido a quilo e sempre em bobinas de 15 metros.

Como as fábricas de tubo de cobre no Brasil (até recentemente apenas duas…) só vendem por atacado e acima de uma tonelada, grande parte das lojas pequenas de material de refrigeração não tem condição financeira de comprar com elas. Acaba comprando de empresas maiores, e no final o custo para o consumidor final sobe muito. Você pode economizar na instalação comprando o tubo de cobre no mesmo local onde essas lojas menores compram: nos grandes distribuidores e com a possibilidade de parcelar no cartão de crédito. Entre em contato com uma loja da Frigelar, Totaline ou Dufrio e você vai constatar a diferença. Lembre-se apenas que é necessário comprar a bobina fechada, de 15 metros, mais o custo pode compensar.

Pode ser que quando você negocie a instalação e diga que vai dar a tubulação de cobre o instalador reclame – se isso acontecer, talvez seja melhor procurar um outro: tubo de cobre é padronizado e a partir do momento que ele especifique corretamente a bitola da tubulação, não vai acontecer nenhum problema