Tendências para o ramo de ar condicionado e refrigeração

Pensando em investir na área de refrigeração e ar condicionado, seja fazendo um curso técnico, montando uma oficina de reparos ou então uma loja de peças? Então invista para o futuro e não para o passado.

Veja abaixo algumas tendências que devem ter profundo impacto no ramo.

Internet of things e a refrigeração e o ar condicionado

A Internet of Things (IoT), também chamada no Brasil como Internet das Coisas é o uso da tecnologia para conectar dispositivos eletro-eletrônicos, como aparelhos eletrodomésticos, meios de transporte, termômetros, etc., à Internet e coletar e enviar dados para eles.

A Internet of Things na refrigeração e ar condicionado é revolucionária na medida em que poderá reduzir custos de manutenção, monitorações de condições ambientais, perdas de estoques, etc.

Vejamos algumas possíveis aplicações:

  • Ar condicionados estarão conectados à Internet e enviarão informações de quão altas estão as temperaturas dos seus condensadores. Quanto mais alta, mais sujo tenderá a estar o aparelho e será possível fazer sua manutenção exatamente quando necessário, evitando o risco de queima do aparelho ou então fazê-la sem necessidade;
  • Supermercados poderão monitorar pela Internet a temperatura de suas câmaras frigoríficas e em caso de problemas, enviar rapidamente uma equipe de manutenção para repará-las evitando perda de estoques;
  • O consumidor poderá regular pela Internet a temperatura do seu ar condicionado split e, ao chegar ao local, o ambiente estará agradavelmente climatizado.

A Internet das coisas é vista como uma grande oportunidade por muitas empresas. A GE, por exemplo, desenvolveu a plataforma Predix para coletar dados de seus equipamentos e de terceiros.

Para se destacar na Internet of Things quando estiver presente nos equipamentos de refrigeração e ar condicionado você precisará conhecer um pouco de eletrônica e de redes, pelos menos.

 

 

Tecnologia inverter estará presente em todos os equipamentos

A tecnologia inverter (velocidade variável) dos compressores irá se expandir para todos os tipos de compressores usados em refrigeração e ar condicionado doméstica bem como em pequenas unidades comerciais.

A motivação para essa expansão é a crescente procura por sistemas de refrigeração e ar condicionado com maior eficiência energética.

Para se destacar você precisará ter um conhecimento de eletro-técnica, eletrônica e, é claro, de refrigeração.

 

Gases refrigerantes naturais no lugar de sintéticos

Cada vez ficará mais para trás o técnico que apenas sabe trabalhar com R22, R12 e R134a.

O uso de gases (fluídos) refrigerantes naturais está em discussão no mundo inteiro, tanto para aplicação em refrigeração doméstica quanto comercial. Preocupações ambientais são fortes incentivadoras dessas discussões além da maior eficiência de equipamentos que usam gases refrigerantes naturais.

A mudança deve ser gradual. Os Estados Unidos, por exemplo, estão avançando na discussão legal dessa questão e em breve poderão exigir a utilização de gases naturais em todos os equipamentos de refrigeração doméstica e comercial leve.

Trabalhar com equipamentos com diferentes tipos de gases refrigerantes será uma necessidade. Para isso, é preciso ferramentas adequadas além de conhecimento técnico.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*